terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Dimas garante que Montillo só sai por 15 milhões de euros

Diretor de futebol da Raposa não crê que algum clube brasileiro possa pagar o valor.
O presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, não é o único no clube que pensa em manter o meia Montillo na equipe para as próximas temporadas. O diretor de futebol, Dimas Fonseca, também afirma que uma possível saída do argentino só acontecerá se a Raposa for ressarcida em 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 36 milhões). Dimas vai além e diz não acreditar que algum clube brasileiro tenha condições de pagar o que foi pedido pelos direitos econômicos do atleta.
- Hoje, quando acordei, vi uma matéria de que eu estaria insistindo para vender o Montillo. Não existe isso. Acho até que dificilmente um clube do Brasil vá pagar os quinze milhões de euros. Não porque eu acho que ele não valha, mas pelo atual momento econômico do Brasil – analisou.
O ex-presidente do Cruzeiro Zezé Perrella já havia declarado ser a favor da venda de Montillo por um valor inferior aos 15 milhões, mas o atual mandatário não abre mão do valor total, uma vez que teme ser criticado logo em seu primeiro mês como dirigente máximo do clube.
- O doutor Gilvan de Pinho Tavares está certo. Ninguém melhor do que você mesmo para valorizar o seu produto.
Dimas não poupou críticas a Sérgio Irrigoitia, procurador do jogador, que vem negociando com Corinthians e São Paulo.
montillo cruzeiro x avaí (Foto: Agência Estado)- Já fiz várias críticas ao Irrigoitia, que é o procurador do jogador. Acho que ele errou muito e continua errando, dizendo que o jogador quer se mudar para São Paulo, que o valor que o Cruzeiro pede não é real. Se eu tivesse interessado na venda do jogador por menos de 15 milhões de euros, não estaria debatendo e criticando o procurador do jogador como venho fazendo nestes últimos dias. Agora, caso apareça o montante dos quinze milhões de euros estipulados pelo ex-presidente Zezé Perrella e mantidos pelo Gilvan, não irei me opor.
Dimas revelou que o Cruzeiro já rechaçou a proposta inicial do Corinthians, de 8 milhões de euros (cerca de R$ 19,2 milhões), e do São Paulo, que ofereceu cerca de 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 24 milhões) e mais o empréstimo de três jogadores do clube paulista, exceto Rogério Ceni, Lucas e Luís Fabiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário